Como se dá o desenvolvimento do bebê no útero: a formação dos cinco sentidos

Formacao-bebe-barriga

Lembro de uma coisa quando eu estava grávida: a ideia de ter um bebê na minha barriga era algo muito, mas muito subjetivo. Peraí, não me abandone. Não estou aqui para falar besteira. O que quero dizer é que fisicamente eu me sentia grávida, lógico, principalmente no terceiro trimestre de gestação; mas interiormente, no meu emocional e na minha relação com o bebezinho sem nome e sem rosto, eu tinha dificuldade de entender que tinha um ser humano crescendo dentro de mim.

Quem já foi gestante, talvez me entenda. Quem não foi, pode me chamar de pirada. Acontece que o feto é um ser tão introjetado dentro da mãe, que, muitas vezes, parece que ele é apenas mais uma parte dela, e não outra pessoa. Entendeu onde quero chegar?

Não?

Nem eu. Peraí. Vamos começar de novo.

Embora não pareça, o bebê que está dentro da barriga da gestante está em plena atividade mental, física e etc, etc. O feto tem tato, audição, olfato, paladar e visão, ainda naquele ambiente totalmente intimista que é o útero. E a percepção do bebê com relação ao mundo exterior vai se intensificando cada vez mais. E ele vai formando conexões cerebrais e interagindo, sempre um pouquinho mais por dia. Tudo que vou falar agora vi no livro “A Ciência dos Bebês”, de Jonh Medina, que já citei aqui algumas vezes, porque é  muito interessante e toda mãe deveria ler. Enfim, nessa obra, o autor fala, por exemplo, que o cérebro dos bebezitos precisa fazer cerca de 1.8 milhão de novas conexões neurais POR SEGUNDO. Gente, é muito trabalho para um ser tão pequeno! E eles super dão conta.

Funciona mais ou menos assim: primeiro entra em cena a formação do cérebro, a construção da casinha. É a parte física do negócio, propriamente. Depois, vem a segunda parte, na qual se estabelecem as conexões, quando cada cômodo adquire sua função dentro da casa. Na primeira metade da gestação, tudo que o feto quer e precisa é de tranquilidade para conseguir aprimorar seu projeto arquitêtonico. Essa fase de conexões neurais é chamada pelos especialistas de Sinaptogênese, e para se ter uma ideia, 1 neurônio precisa realizar cerca de 15 mil conexões com os outros, alguns necessitam fazer mais de 100 mil conexões.  E essa teia cerebral muito louca continua em formação, após o nascimento, por décadas.

BEBE-Desenvolvimento

Estabelecendo conexões para entender por que ela chama colher de aviãozinho…

Eu deveria ter lido o livro do querido Jonh antes, para evitar, por exemplo, que eu me sentisse tão rídicula conversando com meu estômago, na época da gestação. Por isso estou aqui agora detalhando para você, gestante ou não, como funciona o desenvolvimento dos sentidos do bebê e como a interação pode ser interessante, mesmo que ele ainda seja um feto quietinho e isolado no útero.

Essas experiências na vida intrauterina deixam marcas na gente. Pode acreditar. Existe até um caso exemplar do maestro Boris Brott, que lembrou todas as partes, detalhe por detalhe, de uma peça musical, sem nunca a ter visto, tudo por que a mãe dele a ouviu quando ele ainda era um feto.

 

baby-1399332_1920

Ela ouvia muito Bruno Mars, aí já viu! Talking to the moonnnnn

 

 

 

Bom, sem mais delongas, confira abaixo como se dá o desenvolvimento dos cinco sentidos do bebê, ainda no útero:

 

Tato

É o sentido que primeiro se desenvolve, com cerca de 12 semanas toda a superfície da pele do bebê é sensível ao toque. Isso não quer dizer, no entanto, que ele vai reagir ao toque nos primeiros meses. Essa percepção só será possível após o quinto mês de gestação. Daí é que ficará legal, de verdade, tocar na barriga e sentir o bebê.

Visão

Por ser um sentido bem complexo, tendo em vista que o bebê ao nascer ainda não enxerga bem, a visão, de fato, no terceiro trimestre. No entanto, com quatro semanas a visão já começa a se desenvolver.

Audição

Com quatro semanas, os tecidos que envolvem a audição começam a se formar. No fim do segundo semestre, ele já consegue ouvir a voz da mãe, e com cerca de oito meses reage muito vigorosamente aos sons do ambiente.

Olfato

Como no caso dos outros sentidos, a formação começa antes da percepção. Com cinco semanas, as conexões cerebrais estão prontas para o olfato, mas só no terceiro trimestre é que algumas alterações biológicas na região permitem que o feto, de fato, sinta cheiro e lembre dele depois. Isso se chama “marca olfativa”, essa preferência por odores sentidos no útero.

Paladar

A partir da oitava semana, iniciam-se os tecidos que formam o paladar. No entanto, só no terceiro trimestre ele percebe os sabores, de verdade. Segundo o livro mencionado, existem estudos que afirmam, inclusive, que o que a gestante come nos últimos meses pode influenciar as preferências alimentares do bebê.

Fast Food

Gestação é o momento certo para deixar de ser cliente de fast food

Saber essas coisas é importante e essencial para uma correta interação com o bebê no útero. Não que exista certo e errado, mas atualmente já se sabe que o feto é um ser mais imerso no ambiente que o circula do que pensávamos antes. E isso pode ser interessante, principalmente, para que a grávida não se sinta meio doida quando resolver conversar com o barrigão. Evidentemente, é necessário moderação. Não adianta querer expor diversos idiomas para que o bebê nasça multilingue. Não vamos pirar! Mas entrar em contato com o neném nessa fase pode ajudar a estreitar ainda mais os vínculos que vão se estabelecer depois. E podem deixar a gravidez mais plena e feliz. Quem passou por isso sabe que gestação é mágica no ar, sim, mas também é muita vontade de que ela acabe logo.

Bjs e até o próximo post!

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s