Por que criança chora tanto?

Crianca choro

Eu sempre soube que bebês choram muito. Todo mundo fala isso o tempo todo, é senso comum, verdade purinha. Acontece que o que eu não sabia é que a medida que esses bebezinhos crescem, aprendem a falar e tal, eles fazem uma coisa que para mim é surpreendente: CONTINUAM CHORANDO MUITO. Digo isso como a mãe de uma menina de dois anos e quatro meses, que ainda faz a sinfonia do nono choro pelos quatro cantos da casa. Daí dia desses fiquei indagado: Será que a Valentina é chorona ou isso é normal da fase? E lá fui eu pesquisar mundo afora.

Pois o que descobri compartilho agora mesmo com você que está lendo esse post: crianças pequenas choram muito mesmo e isso é absolutamente normal. Há um tempo eu fiz um post sobre a adolescência do bebê e outra sobre o choro do bebê, dá uma lida nos dois depois, pois eles complementam esse post de hoje (o que mostra que eu já tinha resposta da pergunta acima no meu coraçãozinho e não sabia).

Meu Deus do Céu, como ouço choro de criança! É o dia todo mesmo, por qualquer motivo, ou por motivo nenhum. Tem dias que a Valentina é mamão com açúcar, o tipo de criança que a gente quer pegar no colo e fazer cafuné para todo sempre. Mas tem dias que ela está determinada a ser a pequena notável difícil de lidar e quase me leva à loucura com essa crises de choro dela.

Veja bem, ela faz pouquíssimas birras. Quando digo birra quero dizer aquela cena clássica de criança se jogando no chão e batendo a cabeça, essa coisa linda de se ver. Porém ela se irrita muito quando não consegue fazer algo ou quando digo algum não e daí..chora. Ah, como chora!

8ykJ4yAnwgK2I

O que acontece com a minha filha é que ela é uma criança de dois anos que ainda não sabe lidar com as frustração, como toda criança de dois anos. O cérebro, nessa idade, ainda está em processo de amadurecimento neurológico, não há espaço para paciência, explicações, etc. Criança nessa fase quer tudo aqui e agora e cabe aos pais ir colocando os famosos limites e usando com inteligência a palavrinha mágica “não”.

Vale lembrar que, embora as crianças dessa idade já saibam se comunicar de modo um pouco precário, o choro segue sendo a forma de comunicação que elas conhecem desde que nasceram. E, na medida que elas percebem que chorar mobiliza os pais e funciona, a tendência é que elas usem isso sempre mesmo.

O que os pais precisam fazer (é o que estou tentando fazer todo santo dia) é ensinar para a criança que verbalizar as coisas é a melhor maneira de se comunicar, que funciona muito melhor (e não é tão irritante). Mas isso deve ser feito aos poucos, por que, na maioria das vezes, na verdade, a criança nem sabe o que ela está sentindo, nem mesmo por que está chorando. Lembre-se que no cérebro infantil delas tudo é muito novo, e as emoções também. Por isso, é importante fazer aquele exercício que citei nesse outro post de ajudar a criança a entender as próprias emoções e sentimentos. Nesse link da Crescer  tem uma resposta fantástica da psicanalista Mary Lise Moysés sobre o assunto.

Então, agora eu sei e você também. Não tem jeito, criança pequena é um bebê um pouquinho crescidinho, há alguns avanços, mas o choro estridente continuará mesmo por alguns anos. Bora aprender a silenciar nossa vontade de bater a cabeça na parede toda vez que a criança dá chilique? Só lembrar que é fase, vai passar. Bjs.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s