Como fazer seu filho gostar de ler

Leitura crianca

Ah…os livros. Como eu amo esse monte de papel reunido em torno de uma história ou de várias. Ler para mim é uma das coisas mais interessantes da vida. Sem exagero. Eu venero, adoro cheiro de livro, vou em uma livraria comprar um e saio com três (e já pensando nos próximos), trato alguns livros especiais como melhores amigos mesmo. Enfim, entendeu, né? Eu gosto de ler. 

Pois bem. Uma das coisas que mais quero é que minha filha divida comigo esse gosto. Daí você pode dizer.

— Lá vem a mãe projetando coisas na criança…

E eu respondo:

— Não seja tão ranzinza. Ler é bom para todo mundo, não é como se eu tivesse querendo que minha filha gostasse, sei lá, de lavar louça (sim, eu gosto. Me julguem).

Todo mundo sabe o quanto a leitura faz a diferença na vida de uma pessoa. Pessoas que leem se comunicam melhor, interpretam melhor, tem mais empatia (tendo em vista que estão o tempo todo vendo as coisas com os olhos de outras pessoas). Além disso, a leitura ajuda no processo de alfabetização (no caso das crianças), e melhora nossa escrita (fato comprovado por minha própria pessoa). Faz a gente conhecer o mundo do ponto de vista de pessoas completamente diferentes, de culturas diferentes, de lugares diferentes, etc. A gente passa a enxergar as coisas com outros olhos, fora que nosso vocabulário fica chuchu beleza.

Enfim, é excepcional e quero muito que a Valentina goste. Daí fico lembrando como foi minha infância e o que me fez gostar de ler. Juntando tudo que já li a respeito, minha criação e a educação que venho tentando dar para minha pequena, eis que cheguei em cinco dicas básicas para quem, assim como eu, quer que o filho goste desesperadamente dos livros (não? desesperadamente é um pouco demais?).

Confira e siga. Olha só:

1 – Deixe desde cedo que seu filho tenha contato com os livros. Ele não precisa saber ler para apreciar esses queridos. Tenha livros pela casa toda, e, principalmente, nos lugares onde a criança mais costuma ficar. No meu caso, no nosso quarto eu deixo uma cestinha com os livrinhos dela, no tapete de E.V.A que deixo para ela brincar. Isso desde o primeiro livrinho. Do lado, coloquei umas almofadinhas e uns ursinhos para deixar bem aconchegante. É claro que ela adora esse cantinho e me pede para ler com ela. Olha só. Mas não estou falando isso só por causa da minha experiência como mãe. Na verdade, é mais da minha experiência como filha.

Minha mãe sempre fez isso. Deixava livros à vontade pela casa toda. E eu lia todos que encontrava. Credito minha voracidade pela leitura a isso, especialmente. Lembro que com uns dez anos eu lia apostilas de cursinho. Acredita? Lia também vários romances do tipo “Sabrina”, histórias do Stephen King, gibis. Era tudo muito eclético na minha casa, e eu cresci lendo todas essas coisas. Mais para frente melhorei meu gosto literário (hahaha), mas continuei gostando de vários estilos diferentes sempre.

2 – Essa dica é meio óbvia, mas precisa estar aqui. Compre livros para seu filho. Dê de presente. Peça de presente. Há livros para todas as faixas etárias e esse contato desde cedo vai habituar seu pequeno ao universo da leitura, de modo natural. A partir do momento que a criança começar a sinalizar os gostos pessoais, siga dando livros que condizem com as preferências dela. Assim se o seu filho gosta de mar, por exemplo, dê um livrinho com personagens marítimos, etc. Existem livros de pano, de borracha, estilo pop-up, livros interativos, e muitos outros tipos. Tem para todo mundo e para todas as idades.

3 – Você precisa ser o exemplo de leitura para ele. Não é regra, mas se você gostar de ler, as chances do seu filho gostar também são maiores. Isso por que, como todas as outras coisas, a criança se espelha nos pais e ver você lendo pode fazê-lo ir atrás de algum livrinho, pois ele vai entender que aquilo é bom, pois você lê. É muito legal como eles imitam a gente em tudo. Essa é uma imitação do bem. Incentive sendo um exemplo. Se você não tem o hábito de leitura, que tal começar agora?

4 – Leia com seu filho sempre. Aquele hábito de contar historinha antes de dormir é muito legal e deve ser incentivado. Eu conto historinhas antes de dormir, mas nem sempre. Isso por que graças a minha rotininha, por volta das 20h, a Valentina já está caindo de sono e só dá tempo de dar banho e amamentar mesmo.

Mas não precisa ser só na hora de dormir, a leitura se encaixa na nossa vida em qualquer horário. Inclua o hábito de ler nas brincadeiras que você fizer com seu filho. Além do incentivo à leitura, há também um importante fortalecimento do vínculo, pois vocês estarão juntos, vivenciando as histórias juntos, compartilhando. É muito mágico!

5 – Quando a criança ficar um pouco maiorzinha, leve-a para passear em bibliotecas, livraria e outros lugares de estímulo a leitura. Seu filho precisa ver que leitura é uma coisa legal, prazerosa, e não algo modorrento que a escola exige, de vez em quando. Eu já fui para a escola gostando de ler, então foi fácil aceitar essa parte. Mas tem gente que foge para as montanhas toda vez que a professora fala a palavra “resenha”. Têm pessoas que se orgulham até de não gostar de ler (como que fala isso em voz alta, meu Deus?).

Bom, essas foram as dicas queridas do meu coração para que sua criança cresça sendo um leitor. Com certeza, a vida dela será bem melhor, mais rica e mais divertida se ela gostar de ler. É isso. Bjs. Até o próximo post!

Anúncios

Um comentário sobre “Como fazer seu filho gostar de ler

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s