Saiba a diferença entre terror noturno e pesadelo

terror noturno

De repente a criança acorda assustada, chorando sem parar, ou gritando, você tenta acalmar e parece que só piora. O que você pensa? Deve ter tido um pesadelo. É, pode ser, mas dependendo das circunstâncias pode ser um caso de terror noturno. É sobre isso que vou falar hoje.

A Valentina já acordou algumas poucas vezes chorando de um modo inconsolável. Claro que fiquei assustada, nas primeiras vezes, quando ela ainda era um bebezinho me sentia impotente por que ela não parava de chorar. Foram raros esses episódios, estimo que ao todo foram cerca de três ou quatro, não mais que isso. Hoje já acho que foram apenas pesadelo, mas à época eu pesquisei sobre o assunto (claro!) e descobri esse tal de terror noturno que, ao que parece, é bem pior do que os que vivi com a minha filha.

O terror noturno é uma espécie de “tilt” do cérebro. Pesquisadores acreditam que ele acontece mais frequentemente em crianças por que o cérebro delas ainda não está maduro o suficiente para fazer as transições de sono. Lembra que eu já falei um montão de vezes sobre as particularidades de sono dos pequenos? Espero que lembre mesmo. Caso contrário, clica aqui e aqui e aqui. Durante um episódio de terror noturno a criança parece acordar, mas, na verdade, mesmo de olhos abertos e se debatendo, ela ainda está dormindo. Está numa espécie de limbo do sono. Peraí que vou explicar por quê.

Essa expressão eu vi em uma das matérias explicativas sobre o tema (essa aqui). Claro que gostei muito e vou usar. As pessoas passam por diversas fases do sono, sendo que na última fase delas temos o sono REM, que é quando sonhamos. Nessa etapa a gente está dormindo “levemente” e nossos olhos ficam se mexendo o tempo todo (daí a expressão REM – Rapid Eye Movement). Porém, antes disso, estamos dormindo pesadão, quase mortinhos da Silva mesmo, só com o básico necessário para a vida. É nessa transição que o terror noturno acontece, quando a criança ainda não está sonhando, mas ainda não acordou.

Agora que falei sobre o que é vou falar sobre as diferenças (que, afinal, é o título do post, e eu já deveria ter falado há muito tempo).

Pesadelo

  • Acontece depois da fase do sono REM;
  • A criança acorda depois que teve o pesadelo.
  • A criança costuma lembrar do pesadelo e até ter medo de dormir de novo;
  • Quando acorda assustada e é acalmada, ela tende a aceitar e se acalmar;
  • Costuma ocorrer durante a madrugada;
  • Normalmente, a criança só chora muito. Se for maiorzinha, consegue contar o que foi o pesadelo.

Terror Noturno

  • Acontece entre o sono pesado e o REM, na transição;
  • A criança não acorda;
  • Não reconhece os pais e fica mais agitada ainda se os pais tentam acalmar, pegar no colo;
  • A criança não lembra de nada no dia seguinte;
  • Costuma ocorrer na primeira metade da noite;
  • É um episódio rápido, dura, no máximo, uns quinze minutos;
  • A criança se debate, chora muito, às vezes abre os olhos, grita.

Cerca de 5% das crianças passam por episódios de terror noturno, principalmente entre 2 e 5 anos. Apesar de assustador, a tendência é que suma com o tempo. Algumas coisas podem facilitar a ocorrência de noites assim: após um dia agitado, há maiores possibilidades de os pequenos passarem por isso; quando vão dormir muito exaustos também. É importante que os pais estabeleçam uma rotina para facilitar que a criança durma mais tranquilamente.

O mais recomendado é que os pais não tentem acalmar os filhos, durante os episódios de terror noturno. O mais indicado é ficar por perto, mas não pegar a criança, pois isso pode até mesmo prolongar as crises. Tente proteger a criança apenas para evitar que ela não se machuque e espere passar. É assustador, mas dura pouco tempo. Caso os episódios fiquem muito recorrentes, contate um especialista.

Por hoje é isso. Bjs.

 

FONTES:

http://www.minhavida.com.br/saude/temas/terror-noturno

http://bebe.abril.com.br/familia/terror-noturno-entenda-o-que-leva-a-crianca-a-desenvolver-as-crises/

http://brasil.babycenter.com/a3400227/terror-noturno

Anúncios

Um comentário sobre “Saiba a diferença entre terror noturno e pesadelo

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s