Dica 4 para facilitar a rotina das mães solteiras – Como se relacionar com o pai

Como lidar com o pai

Ai meu Deus! Lá vamos nós. Esse tópico vai ser um pouco polêmico, pois envolve uma figura quase sempre ambígua e complicada: o pai da criança. Não importa se o filho foi fruto de um relacionamento de um dia ou de dez anos, de todo modo vai ser difícil ajustar as coisas depois. Eu, particularmente, já passei por várias fases, nesse sentido, mas acho que talvez tenha descoberto, de certa forma, o que funciona e o que não funciona.

Pois bem. Sem mais delongas, cheguei (até que enfim!) ao quarto e último post da série de dicas para facilitar a rotina das mães que criam filhos sozinhas.

Bora.

APRENDA A SEPARAR AS COISAS

Como lidar com o pai da criança

Sim. Talvez seja difícil dizer isso, pois nós somos mesmo um emaranhado de sentimentos embaralhados e todo ser humano é complexo que só ele. Mas tenha uma coisa em mente nessa história toda: o sentimento mais importante dessa relação é o do seu filho. Não importa se foi você ou o ex que terminou o relacionamento. De todo modo, vai sobrar mágoa para todo lado depois. E aí acaba virando costume de algumas mulheres usarem os filhos para atingirem o pai. Tem gente que proíbe visita, tem gente que briga por dinheiro, tem gente que usa o elo em comum para fazer o outro voltar atrás. Pois bem, além de deselegante, é bastante desleal usar uma criança para o que quer que seja.

Seu filho não tem culpa e não deve pagar por um relacionamento que não deu certo. Sei que você é mãe e ama essa sua criança mais do que tudo. Pois bem, foque nesse sentimento e esqueça qualquer coisa que lembre vingança, rancor ou mágoa. O maior ferido, no final das contas, vai ser o seu filho e você sabe disso.

Se o seu ex quer ver o filho, ele tem todo direito. Se ele quer saber como estão as coisas com a criança, agradeça aos céus, pois nem todo pai age assim depois de uma separação. Todo mundo sabe: tem pai que vira as costas mesmo. Faz de conta que não é com ele. Passa borracha em tudo, até na cara do filho. Você, que assumiu tudo, claro, fica ressentida, mas saiba que esse sentimento só vai fazer mal para você. Um cara que age assim não tem o mínimo de consciência de nada e só vai lembrar que o filho existe quando precisar dele, não tem jeito.

Seja evoluída como pessoa. Tenha uma relação de respeito com o pai da criança. Pense o quanto seu filho vai sofrer por ver pais que só faltam se matar toda vez que se vêem. Não é legal. Não funciona. Magoa todo mundo. Não resolve nada. Aprenda a separar: por mais que você tenha diferenças com esse pai, ele ainda é uma das pessoas mais importantes da vida do seu filho. Ninguém vai mudar isso. Deixe seu filho, futuramente, decidir o que pensar do pai. Não faça ele odiar alguém, ninguém, muito menos o pai.

SEJA DIPLOMÁTICA

Dicas para mães que criam os filhos sozinhas

Não tem receita de bolo para um problema tão difícil. Mas como essa relação será inevitável, o melhor caminho, vai por mim, é a diplomacia. Não importa (de novo) se você tem ou não sentimentos pelo pai. Ser diplomática vai permitir que a relação flua, de modo cordial, sem cair em uma novela mexicana à la Maria do Bairro (que eu adoro, já assisti muitas vezes, mas, gente, aquela mulher sofre demais!).

Tratando o pai com respeito você mostra para seu filho como todas as pessoas devem ser tratadas. Ser diplomática vai deixar seu coração mais leve. Vai fazer você se sentir melhor como pessoa. A diplomacia não é agir com falsidade, viu? É aprender a ser uma boa intermediadora, racional e justa. Você vai precisar dela para discutir todas as questões que envolvem um filho em comum, como educação, gastos financeiros, participação de terceiros, e por aí vai.

NÃO SEJA BOBA

Casal separado - mãe solteira

Vocês terminaram, mas ainda hoje, vez ou outra ficam juntos, só que nunca mais vocês assumiram nada, muito menos reataram? Posso te falar uma coisa: você está sendo uma boboca. Ele está tornando você a diversão ocasional, o porto seguro carnal que ele precisa quando se sente carente e sozinho. Se ele gostasse mesmo de você ele assumia tudo, certo? Não digo que precisa envolver casamento ou coisa parecida, tem gente que não curte essa ideia de casar e tudo bem. Estou falando de comprometimento emocional, coisa que um cara que faz isso com uma mulher não tem. Pois bem, terminou o relacionamento, aproveita e termina de verdade. Se o cara vir com conversa fiada, desconverse ou seja clara, como preferir, mas não aceite.

Se aceitar, lide com as consequências de ter um fantasma amoroso vivo na sua vida para sempre. Alguém que vai estar com você quando quiser, mas que nunca vai sair de perto o suficiente para que você encontre outra pessoa para te fazer feliz. Gente, é o pior dos mundos ser esse tipo de mulher para um cara.

Se você ainda gosta dele e sonha com uma família, não te julgo. Quase todas nós queremos isso, em maior ou menor grau. Mas saiba diferenciar o que é verdadeiro do que é apenas joguete para pegar você, vez em quando. Estou sendo claro para doer na alma mesmo. Se você acredita no sentimento dele e blá, blá, blá, sugiro então que você faça uma bela de uma DR, que verse sobre o quanto você prefere ficar sozinha à mal acompanhada e o quanto estar com você envolverá estar de verdade, sob todas as circunstâncias. Em suma, mostre para ele que existe uma coisa chamada compromisso para situações como a de vocês, mas que isso só é possível quando existe uma outra coisa chamada amor. Caso contrário, é festa, faz de conta e nada mais.

Bom, essas foram as dicas de hoje sobre como lidar com o pai da criança, cumprindo minha meta de fazer quatro posts espertos com ideias para facilitar a rotina das mães que criam filhos sozinhas. Espero que tenha gostado! Comenta aí se você concorda ou não com essas minhas dicas.

Bjs!

 

 

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s