Dica 2 para facilitar a rotina das mães solteiras -Como educar filhos independentes e colaborativos

Criar filhos sozinha

Seguindo a promessa (sempre cumprida) de dar dicas para facilitar o dia a dia das mães que criam os filhos sozinha, eis que hoje vou tocar em um dos pontos mais importantes e difíceis dessa dinâmica: a educação. Sim, muito difícil para TODO MUNDO educar gente decente, que vai respeitar o próximo, se amar, amar o outro, fazer diferença, ser feliz, etc, etc, etc, mas maẽs solos tem trabalhão dobrado, como sempre. A falta completa ou em partes da figura paterna pode, muitas vezes, fazer com que as mulheres nessa condição sintam a necessidade de assumir também esse papel, o que é bem complicado.

Vou falar da figura do pai nos próximos posts. O de hoje tem como objetivo (ui, que formal!) ajudar as mães a enxergarem que com coerência, persistência e paciência dá para fazer um ótimo trabalho e, de quebra, tornar os pequenos aliados importantes na rotina.

Quer ver só. Vamos por partes again.

Filhos colaborativos

ENSINE SEU FILHO A COLABORAR COM VOCÊ

Desde que me tornei mãe percebi algo que não tinha reparado antes: crianças são observadoras e mais do que isso: adoram aprender e ajudar. A partir do momento que a Valentina começou a entender o que eu estava falando e adquiriu uma certa coordenação motora passei a ensiná-la a guardar os brinquedos dela e tudo o que ela desorganizava na casa. Sim, sou meio “a louca da limpeza”, mas sempre dei valor ao fato de que crianças precisam aprender cedo a ajudar os pais em casa. Eu fui assim, lembro de lavar a louça subindo em uma cadeira, lá pelos meus seis, sete anos, e adorar cada momento! Tenho certeza que essa educação da minha mãe colaborou para eu ser essa pessoa maravilhosa e colaborativa que sou hoje (hahaha).

A minha filha, do alto dos seus quase 2 anos, já arruma a bagunça que ela faz (90% das vezes). Pode acreditar, faz diferença no fim do dia você conseguir poupar seu joelho-coluna-pernas por não precisar abaixar para catar os brinquedos na sala, no quarto, no quintal. Futuramente sei que isso vai frutificar em mais ajuda dela e em menos coisas para eu fazer. Aprenda desde cedo a pedir para o seu filho ajudar. Não tem nenhum problema uma criança de dois anos catar os brinquedos que ela joga pela casa. Não há mal algum em ensinar seu menininho a colaborar nas tarefas domésticas, quando ele ficar maiorzinho (isso só vai fazer desse mundo um lugar melhor ao incluir machos que sabem que uma casa não se arruma sozinha). Enfim, fica a dica. Filhos colaborativos são bons para você e para o universo!

CRIE FILHOS INDEPENDENTES

De novo, lá vem a ladainha: não é fácil assumir para si a tarefa de criar um filho sozinha. Além de todo trabalhão que dá, da falta de tempo para si mesma, dos encargos financeiros que uma criança gera, do sofrimento de não poder dividir, tem também um aspecto que pouca gente fala: muitas vezes mães solteiras criam um apego emocional muito extremo aos filhos e meio que os afogam em tanto amor. Não sei se me faço entender: por trás de toda mãe durona, que assume tudo para si, tem uma mulher cheia de coração, querendo dar toda a felicidade do mundo para o filho, tendo em vista que bate uma tristezinha e certa piedade daquela criança que vai ter que entender e aceitar uma ausência paterna em maior ou menor grau. A vontade que dá é de sufocar de amor para o filho não sentir falta, sabe?

Pois bem. Esse pensamento é inevitável, mas ilógico. A forma de fazer seu filho feliz e confiante é dando amor (claro) e ferramentas para ele lidar com as dificuldades da vida. Uma delas, é ter autonomia, aprender a se virar sozinho. Gente, não estou falando para ensinar uma criança de três anos a fazer o próprio almoço! Cada coisa tem seu tempo. Mas, nós, mães, sabemos quando nossos filhos estão prontos para algo. Tenha em mente que criar um filho independente é fundamental para o bem-estar dele e seu também. Isso vai facilitar sua rotina enormemente. Imagine um dia, depois que seu pequeno for grandão, você chegar e ele virar e falar: pode deixar, mãe. A louça é minha!

Melhor dos mundos.

TENHA TEMPO PARA SEU FILHO

ser-mae-solteira

Já fiz um post só sobre isso (tá aqui ó). Agora, por que estou colocando essa máxima nesse post também? Muito simples. Para ter filhos colaborativos e independentes você precisa também fazer sua parte. Não adianta nada bancar a sargentona se você não tira 10 minutos do seu dia para brincar com seu filho um pouco. Acredite, crianças percebem tudo. Muitas vezes bem melhor do que a gente, e vão cobrar em alta conta essa sua “ausência-presença”.

Sabe como seu filho vai acabar descontando essa sua falta de atenção?

Sendo aquela criança M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A que faz de tudo para atrair os holofotes. Que chora, esperneia, te chama de chata e por aí vai. Não estou falando que crianças que têm atenção dos pais não façam isso. Fazem também. Uma certa dose de birra e chatice infantil é absolutamente normal, mas quando isso vira algo comum, rotineiro, tem problema maior embaixo disso tudo.

Uma vez li uma frase ótima dizendo que o preço de qualquer coisa é a quantidade de vida que você troca por isso. É do Henry David Thoreau. Para mim isso se aplica facilmente ao que estou falando. Dar banho, dar a comida, levar na escola, tudo isso é tempo que você gasta com seu filho, mas quantidade de vida mesmo é quando você para para curti-lo de verdade, quando olha no olho, quando conversa com ele, quando brinca. Essa vida dividida será recompensada com a satisfação dele. Tem coisa melhor?

The end para o post de  hoje. Espero que tenha gostado. No próximo da série vou falar sobre como administrar o dinheiro sendo  mãe solteira. Bjs.

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s