Cinco ideias montessorianas para ajudar no desenvolvimento das crianças

baby-921293_1920

Tem uma coisa que aprendi nesse tempo de maternagem (na verdade tem várias, mas vou ser sucinta hoje): um coração aberto para um filho que chega é uma oportunidade de autoconhecimento e de ampliação da nossa visão de mundo. Tendo em vista isso, eu venho pesquisando bastante sobre educação de crianças, e esse é um tema que me fascina muito. Olhando a forma como a minha filha se relaciona com o mundo chego cada vez mais a conclusão de que as crianças são mais sábias que nós, sob tantos aspectos, e chegam ao mundo com um potencial muito grande de felicidade. Por que estou dizendo isso? Por que li sobre Maria Montessori e me encantei com ela.

Já falei sobre o método Montessori nesse post, bem de leve. Maria Montessori foi uma das primeiras mulheres italianas a se formar em Medicina e passou boa parte de sua vida como educadora. Ela é a criadora do método Montessori, objeto desse post. Uma das frases mais emblemáticas dela mostra o quanto ela entendeu esse universo infantil com uma sensibilidade sem igual: “Eu descobri a criança”.

Quem quiser saber mais sobre ela, pode clicar nesse site. Acredito que a principal contribuição dela foi ter mostrado que a criança tem em si todos os elementos para um aprendizado excelente, bastando para isso do estímulo e ambiente adequados. A criança é um ser curioso e criativo por natureza, todo mundo nota isso. O que ela precisa é de alguém que a conduza nesse processo de descoberto, adultos sensíveis que possam ajudá-la a desenvolver todo esse potencial que existe dentro delas. Além disso, Montessori defende que as crianças precisam ter liberdade (dentro de limites, claro!) e serem estimuladas a fazerem as coisas sozinhas, desde cedo. Com base nessas máximas lindas, vou listar abaixo cinco ideias montessorianas que quero testar com a Valentina.  São sugestões  para ajudar a criança no pleno desenvolvimento das suas capacidades.

Eis as ideias:

1 – Pote da calma – Quem tem filho pequeno sabe que, às vezes, eles explodem em uma fúria e frustração incontrolável (a popular birra) que tiram o norte dos pais aflitos (e muitas vezes a paciência). No entanto, passada a fúria, é o momento da criança começar a se acalmar e, normalmente, elas têm bastante dificuldade de fazer isso sozinhas, tendo em vista a imaturidade neurológica delas (apesar de alguns adultos também não conseguirem, mas isso não vem ao caso). Pois bem: é nesse momento, aquela hora que quase sempre traz a frase “respire fundo” que entra em cena o pote da calma. Esse potinho nada mais é do que um recipiente cheio de purpurina e gliter, que faz as crianças ficarem atentas naquela espécie de “magia” que acontece lá dentro. Dá para inserir estrelinhas e outros objetos pequenos para tornar o pote mais legal. O resultado disso é que a criança se concentra em olhar para o pote e (voilá) se acalma. Estou querendo MUITO fazer um desses (no aguardo de passar em uma papelaria para comprar o material…rs).

calmingjar_finished

imagem: Montessori Rocks

Caixa de mistérios – Aqui o negócio é ainda mais simples. Uma caixa de papelão com um furo para a criança colocar a mão e descobrir quais objetos estão lá dentro. A ideia aqui é explorar o tato, tornar o aprendizado essa coisa lúdica maravilhosa. Gostou da sugestão. Tutorial aqui de presente para vocês.

Que tal colocar ordem no mundo – Montessori defende também que as crianças aprendem melhor na ordem (adoro!). Dessa forma, é sempre melhor ordenar para elas, por exemplo, elementos iguais para que elas aprendem a reconhecer as coisas. Dá para ensinar as cores, números, frutas, e por aí vai (ideia de como ensinar cores aqui). Outra coisa interessante que o método prega é que a criança brinque com poucas coisas por vez, justamente para facilitar e ajudar no pleno conhecimento e exploração dos objetos (quem tem criança pequena sabe que elas se perdem quando estão diante de muitos brinquedos juntos).

Para aprender tem que praticar – Sim. A criança conhece o mundo explorando-o, não ouvindo falar dele. Ao invés de dizer que a laranja é redonda e laranja (dã), mostre uma fruta para ela, deixe-a conhecer com as mãos, cheirar, experimentar, brincar, enfim. Essa premissa é muito importante no aprendizado delas. Nós, pais, devemos sempre incentivar a independência delas (e elas gostam de fazer as coisas sozinhas. A Valentina, por exemplo, já quer calçar os sapatos, pentear o cabelo, escovar os dentes). É na tentativa e erro que todo mundo aprende, inclusive, as crianças.

boy-958457_1920

Experimentar o mundo é conhecê-lo (FERREIRA, Cíntia…rsrsrs)

O quarto é delas – Quando vamos pensar a decoração do quarto dos nossos filhos, principalmente quando são bebês, tendemos a nos encantar com coisas pouco funcionais e úteis para eles. Assim, colocamos prateleiras a cinco metros do chão para expor os brinquedos que eles ainda nem se interessam. Organizamos o berço cheio de mimimis e balangandãs, que só servem para juntar pó e incomodar o sono do bebê (como eu passei a odiar kit berço. E o troço ainda é caro). A ideia montessoriana de quarto para crianças é baseado e pensado para elas. Dessa forma, por exemplo, ao invés de um berção que fará o pequeno querer pular, assim que começar a engatinhar, a caminha fica no chão, para que a criança não corra perigo de cair e possa levantar-se e já partir para brincar com algum brinquedo da prateleira baixinha que a mãe montou, justamente, para que ele alcançassem os bichinhos. Há barrinhas laterais para elas se apoiarem, quando entram na fase de andar. Há espelhos baixos para elas se conhecerem e por aí vai. Quer saber mais sobre como montar um quarto tipo Montessori? Clica aqui.

ImageM PINTEREST CRESCER

Imagem: Pinterest

Bom, essas são algumas ideias, mas o Método Montessori é muito rico. Tem bastante coisa na internet. Aqui um site bem legal mostrando mais sobre o tema.

Por hoje, é isso. Depois volto para contar como foi a experiência de testar cada uma dessas ideias (algumas já comecei).

Beijão!

 

 

 

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s